Ontem tive a minha primeira experiência 3D Stop Motion. Senti-me como no Regresso ao Futuro, com pássaros da tela a virem de encontro a mim e com o feeling de estar mesmo dentro daquele mundo mágico da animação.
Isto aconteceu na projecção de Coraline e a Porta Secreta, o filme baseado no livro de Neil Gaiman e com realização de Henry Selick, o mesmo d’O Estranho Mundo de Jack. A animação é assombrosa, os desenhos maravilhosos, mas como ele disse, e bem, faltam na ficha técnica dois nomes que fazem toda a diferença: Tim Burton e Danny Elfman. Não que a banda sonora não seja gira ou que a história não esteja bem contada, mas talvez seja do hábito neste tipo de filmes, a verdade é que se dá pela falta deles.
A versão que vi foi a dobrada, com pena minha, mas confesso que as vozes da Ana Bola e da Maria Rueff ficam muito engraçadas nas personagens que lhes couberam.

Uma experiência a não perder para miúdos e, sobretudo, para maiores de 1,60 cm.

Anúncios