E se pudessemos ver os melhores filmes do momento, numa das mais fabulosas salas do país?
Os filmes mainstream, os clássicos e aqueles mais refundidos?
E se, ainda por cima, nos brindarem com ciclos de cinema temático? E além disso, sortearem dvds no intervalo do filme pela plateia? E organizarem extensões de festivais de cinema?
E se essas sessões forem frequentadas por cinéfilos interessantes? E se no Verão projectarem cinema ao ar livre, no centro histórico mais bonito do mundo?

Tudo isto somente por uma cota mensal de 3,50€ .
Este anúncio publicitário em jeito de teaser refere-se ao cineclube de Guimarães, um dos cineclubes mais antigos do país e o que mantém uma actividade mais regular. Não consigo nem quero ser imparcial quando falo de uma das coisas que mais adoro na minha cidade – e gosto de várias. A vida vai-me levando numa diáspora para longe do cineclube, mas não consigo deixar de ser sócia nem de o elogiar fervorosamente a todos os que apanho pelo caminho.

A programação para Junho (fantástica, como sempre) pode ser consultada aqui. Bons filmes.

Anúncios